segunda-feira, 30 de março de 2009

Ler para compreender...

Quando os saduceus interrogaram Jesus acerca da ressurreição, ele respondeu que eles erraram na sua doutrina porque não conheceram "as Escrituras, nem o poder de Deus" (Mateus 22:29). Para corrigi-lo, ele começou dizendo? "Não tendes lido o que Deus vos declarou...?" (Mateus 22:31).
Muitos alegam que a Biblia é dificlil demais para entender. Pensando assim, acabam arrando da mesma maneira que os saduceus, seguindo suas próprias idéias e doutrinas de homens ao invés de dar à Biblia a atenção e estudo honesto que Deus requer.
A verdade é que o Senhor revelou sua palavra justamente para ser entendida por todos que honestamente o buscam, não importa a inteligência ou nível de escolaridade. O costume de Jesus era de ensinar com simplicidade.
Assim, ele falava por meio de parábolas, "conforme o permitia a capacidade dos ouvintes" (Marcos 4:33. Ele queria que os homens entendessem a sua doutrina! Dpois da morte e ressurreição de Jesus, Deus continuava revelando sua palavra através dos apóstolos e profetas (Efésios 3:5). O apóstolo Paulo mostrou a facilidade com que os irmãos em Èfeso poderiam ganhar entendimento, dizendo: "quando ledes, podeis compreender o meu discernimento do mistério de Cristo! (Efésios 3:4). Por isso, ele mandou que eles provassem sempre "o que é agradável ao Senhor" (Efésios 5:10), e que procurassem "compreender qual a vontade do Senhor" (Efésios 5:17). Estas coisas não seriam possíveis se a palavra fosse dificil demais para ler e entender!
O fato de existirem muitas seitas, doutrinas e interpretações não deve nos desanimar em relação à verdade pura que se revela na palavra de Deus. o apóstolo Pedro avisa que como "surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres", e que "os ignorantes e instáveis deturpam... as,,, Escrituras, para a própria destruição deles" (2 Pedro 2:1, 3:16) Isto deve nos incentivar a sermos mais zelosos na leitura e estudo para entender a palavra de Deus, a fim de sermos por ele aprovados ( veja 2 Timóteo 2:15)!

quinta-feira, 26 de março de 2009

ARREBATADOS!

De repente, num breve e intenso momento, no instante mais feliz e esperado durante séculos pela Igreja de Jesus, o próprio Senhor que estará voltando chamará os Seus: Ele vai chamá-los dos vales silenciosos, das colinas banhadas de sol, dos cemitérios das aldeias, das profundezas dos mares, dos cenários de guerra, das selvas da Índia, das terras pantanosas da África, das ilhas dos mares longínquos. De qualquer lugar solitário onde Seus filhos tiverem morrido sofrendo a Seu serviço, eles ressuscitarão glorificados para ir ao encontro do seu Senhor. Os crentes que ainda estiverem vivos serão arrebatados ao encontro do Senhor nos ares. Que visão para olhos que choram! Que esperança para corações que aguardam! Que estímulo para realizar tarefas que já deveriam ter sido feitas há muito tempo!
Arrebatados! Quem consegue imaginar isso? Enquanto muitas pessoas estiverem ocupadas com seus afazeres, os cristãos irão ao encontro do seu Senhor. Talvez, enquanto estiverem ajoelhados em seu quarto, orando, eles serão arrebatados. Talvez serão arrebatados quando estiverem meditando em seus corações justamente sobre a Palavra de Deus que fala sobre a volta de Jesus! Enfermos, sofrendo pacientemente no leito da enfermidade, serão arrebatados e irão ao encontro do seu Senhor!
Devemos permanecer vigilantes, pois não sabemos a hora em que o Filho do Homem virá! Não sabemos a hora em que o Senhor chegará; mas também não sabemos de nenhuma hora em que Ele não possa vir! Isso ainda poderá demorar anos; ou poderá acontecer amanhã – e também pode acontecer ainda hoje.
Nas mensagens sobre o arrebatamento procuro mostrar que devemos fazer diferença entre o "Dia de Jesus Cristo" e o "Dia do Senhor". O "Dia de Jesus Cristo" é o dia da vinda do Senhor como Noivo para a Sua Igreja, Sua Noiva. Esse dia começará com o arrebatamento, que será seguido pelo julgamento diante do tribunal de Cristo e pelas bodas do Cordeiro. O "Dia do Senhor", ao contrário, será um tempo de juízos para o mundo ímpio e para Israel, por ter rejeitado o Filho de Deus (2 Ts 2.9-12). O "Dia do Senhor" começará depois do arrebatamento, desembocará na Grande Tribulação, terminando com o estabelecimento do reino de Cristo sobre a terra e com a restauração do povo judeu.

quarta-feira, 11 de março de 2009

O que levou a igreja em Antioquia a fazer missões

De: John R. W. Stott

Em Atos 13 o horizonte de Lucas se alarga pois o nome de Jesus seria maciçamente testemunhado além da Judéia e Samaria. A partir de Antioquia chegaria aos confins da terra. Os dois diáconos evangelistas prepararam o caminho. Estevão através de seu ensino e martírio, Filipe através de sua evangelização ousada junto aos samaritanos e ao etíope. O mesmo efeito tiveram as duas principais conversões relatadas por Lucas, a de Saulo, que também fora comissionado a ser o apóstolo dos gentios, e a de Cornélio, através do apóstolo Pedro. Evangelistas anônimos também pregaram o evangelho aos "helenistas" em Antioquia. Mas sempre a ação esteve limitada à Palestina e à Síria. Ninguém tinha tido a visão de levar as boas novas às nações além mar, apesar de Chipre ter sido mencionada em Atos 11:19. Agora, finalmente, vai ser dado esse passo significativo.
A população cosmopolita de Antioquia se refletia nos membros de sua igreja e até mesmo em sua liderança, que consistia em cinco profetas e mestres que moravam na cidade. Lucas não explica a diferença entre esses ministérios, nem se todos os cinco exerciam ambos os ministérios ou se os primeiros três eram profetas e os últimos dois mestres. Ele só nos dá os seus nomes. O primeiro era Barnabé, que foi descrito com "um levita, natural de Chipre" (Atos 4:36). O segundo era Simeão que tinha o sobrenome de Níger, que significa Negro, provavelmente um africano e supostamente ninguém menos que Simão Cireneu, que carregou a cruz para Jesus. O terceiro era Lúcio de Cirene e alguns conjecturam que Lucas se referia a si mesmo o que é muito improvável já que ele preserva seu anonimato em todo o livro. Havia também Manaém, em grego chamado o "syntrophos" de Herodes o tetrarca, isto é, de Herodes Antipas, filho de Herodes o Grande. A palavra pode significar que Manaém foi "criado" com ele de forma geral ou mais especificamente que era seu irmão de leite. O quinto líder era Saulo. Estes cinco homens simbolizavam a diversidade étnica e cultural de Antioquia e da própria igreja.
Foi quando eles estavam "servindo ao Senhor, e jejuando" que o Espírito Santo lhes disse: "separai-me agora a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado" (At.13:2). Algumas perguntas precisam ser respondidas.
A quem o Espírito Santo revelou a sua vontade? Quem eram "eles", as pessoas que estavam jejuando e orando?
Parece-me improvável que devamos restringi-los ao pequeno grupo dos cinco líderes, pois isso implicaria em três deles serem instruídos acerca dos outros dois. É mais provável que se referia aos membros da igreja como um todo já que eles e os líderes são mencionados juntos no versículo 1 de Atos 13. Também em Atos 14:26-27, quando Paulo e Barnabé retornam, prestam conta a toda a igreja por terem sido comissionados por ela. Possivelmente Paulo e Barnabé já possuíam anterior convicção do chamado de Deus e esta verdade foi aqui revelada para toda a igreja.
Qual o conteúdo da revelação do Espírito Santo à Igreja em Antioquia?
Foi algo muito vago e possivelmente nos ensina que devemos nos contentar com as instruções de Deus para o dia de hoje. A instrução do Espírito Santo foi "separai-me agora a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado", muito semelhante ao chamado de Abrão: "vai para a terra que te mostrarei". Na verdade em ambos os casos o chamado era claro mas a terra e o país não.
Precisamos observar também que tanto Abrão como Saulo e Barnabé precisariam, para obedecerem a Deus, darem um passo de fé.
Como foi revelado o chamado de Deus?
Não sabemos. O mais provável é que Deus tenha falado à igreja através de um de seus profetas. Mas seu chamado também poderia ter sido interno e não externo, ou seja, através do testemunho do Espírito em seus corações e mentes. Independente de como o receberam, a primeira reação deles foi a de orar e jejuar, em parte, ao que parece, para testar o chamado de Deus e em parte para interceder pelos dois que seriam enviados. Notamos que o jejum não é mencionado isoladamente. Ele é ligado ao culto e à oração, pois raras vezes, ou nunca, o jejum é um fim em si mesmo. O jejum é uma ação negativa em relação a uma função positiva. Então jejuando e orando, ou seja, prontos para a obediência, "impondo sobre eles as mãos os despediram".
Isto não era uma ordenação ao ministério muito menos uma nomeação para o apostolado já que Paulo insiste que seu apostolado não era da parte de homens, mas sim uma despedida, comissionando-os para o serviço missionário.
Quem comissionou os missionários?
De acordo com Atos 13:4 Barnabé e Saulo foram enviados pelo Espírito Santo que anteriormente havia instruído a igreja no sentido de separá-los para ele. Mas de acordo com o versículo seguinte foi a igreja que, após a imposição de mãos, os despediu. É verdade que o último verbo pode ser entendido como "deixou-os ir", livrando-os de suas responsabilidades de ensino na igreja, pois às vezes Lucas usa o verbo "adulou" no sentido de soltar. Mas ele também o usa no sentido de dispensar. Portanto creio que seria certo dizer que o Espírito os enviou instruindo a igreja a fazê-lo e que a igreja os enviou, por ter recebido instruções do Espírito. Esse equilíbrio é sadio e evita ambos os extremos. O primeiro é a tendência para o individualismo pelo qual uma pessoa alega direção pessoal e direta do Espírito sem nenhuma referência à igreja. O segundo é a tendência para o institucionalismo, pelo qual todas as decisões são tomadas pela igreja sem nenhuma referência ao Espírito.
Conclusão
Não há indícios para crermos que Saulo e Barnabé eram voluntários para o trabalho missionário. Eles foram enviados pelo Espírito através da igreja. Portanto cabe a toda igreja local, e em especial aos seus líderes, ser sensível ao Espírito Santo, a fim de descobrir a quem ele está concedendo dons ou chamado.
Chamado missionário não é um ato voluntário, é uma obediência à visão do Senhor.
Assim precisamos evitar o pecado da omissão ao deixarmos de enviar ao campo aqueles irmãos com clara convicção de que foram chamados por Deus, bem como a precipitação de o fazermos com outros que possuem os dons para tal, mas sem confirmação do Espírito à igreja.
O equilíbrio é ouvir o Espírito, obedecê-lo e fazer da igreja local um ponto de partida para os confins da terra.
John R. W. Stott pastoreou por vários anos a Igreja de All Souls em Londres. É diretor do London Institute for Contemporary Christianity e autor de diversos livros como "A mensagem do sermão do Monte", "A mensagem de Efésios" e "Crer é também Pensar". Fonte: MissioNEWS, Informando.
-- Márcio Melânia
"Quanto ao mais, irmãos, regozijai-vos, sede perfeitos, sede consolados,sede de um mesmo parecer, vivei em paz; e o Deus de amor e de paz será convosco."(2 Coríntios 13 : 11)

domingo, 8 de março de 2009

A Crise financeira mundial à luz da Bíblia

Enviado por Equipe Fim Dos Dias em Qui, 20/11/2008 - 23:00.

Rui FernandesA importância de observarmos estes fatos principalmente à luz da Bíblia.
Gostaria de tecer algumas considerações preliminares sobre a atual crise financeira mundial e sua relação com o cumprimento das profecias bíblicas. Este tema não se esgotaria com uma simples mensagem, mas é de extrema relevância observarmos estes fatos à luz da história e principalmente, através da Bíblia.
No dia 15 de setembro de 2008, uma segunda-feira, o sinal de alerta foi dado após mais uma falência de um banco estadunidense, decorrente de um processo de crise do sistema de financiamento de imóveis da economia hegemônica da atualidade, os Estados Unidos, iniciado em agosto de 2007. Esta crise tem respingado em outros países, como a Inglaterra, Espanha e até na distante e gélida Islândia. Naquele dia, as ações das bolsas de valores do mundo inteiro sofreram fortes quedas, deixando em polvorosa muita gente: do simples cidadão até o alto escalão dos Chefes de Estado e de Governo de várias nações.
Esta crise mal começou e não é uma "marola" com tem afirmado o presidente brasileiro e sim um maremoto de grandes proporções. Agora deixemos de lado um pouco os fatos atuais e voltemos ao passado, na Palavra de Deus, para analisarmos as origens do sistema financeiro mundial e sua relação intrínseca com a humanidade decaída.
No Jardim do Éden, Adão e Eva foram convecidos pela serpente (satanás) de que se comessem daquele fruto do qual o Senhor proibira, seriam iguais a Deus, ou seja, o homem deliberadamente optou por viver uma vida independente e alienada de Deus e do seu eterno propósito. Mesmo após o dilúvio quando o Senhor resolveu julgar esta Terra e poupou Noé e sua família, um de seus descendentes, Ninrode, mais uma vez tentou demonstrar que era possível para a humanidade viver independente de Deus, quando resolve edficar uma torre: A Torre de Babel. Como conseqüência deste ato, o Senhor decide confundir as línguas dos habitantes da Terra, impedindo o sonho globalizante de Ninrode e assim dispersando a humanidade pelo planeta afora.
Babel representa a Babilônia, sendo um símbolo satânico de uma sociedade independente, corrompida pelo pecado e alienada do Senhor Jesus e de seu eterno próposito, degenerando-se a cada dia. A Bíblia chama o sistema mundano iníquo de Babilônia e este sistema se manifesta em três dimensões: política, religiosa e econômica.
A História nos mostra a ascensão e a decadência de vários Impérios e Nações. No instante em que esta Nação ou nações hegemônicas tomavam a dianteira do poder mundial, o controle das finanças e da economia mundial ficavam sob a égide destas hegemonias. Podemos citar numa linha do tempo vários exemplos: Império Egípcio, Império Assírio, Império Babilônico, Império Medo-Persa, Império Greco-Macedônico, Império Romano, Califados Árabes, Império Mongol, Império Bizantino, Império Turco-Otomano, Portugal, Espanha, Holanda, Grã-Bretanha, China, União Soviética, dentre outros.
Atualmente, quem detêm esta hegemomia são os Estados Unidos da América, conquistada após a decadência da Grã-Bretanha, no final da Primeira Guerra Mundial. Durante várias décadas os EUA compatilharam esta hegemonia com a União Soviética (atual Rússia) até o início dos anos 1990. Os EUA, no entanto, durante este período deteve a hegemonia do sistema financeiro internacional, mesmo tendo tensões político-militares com a União Soviética (período conhecido como Guerra Fria).
Em 1944, no final da Segunda Guerra Mundial, vários governantes se reuniram em Bretton Woods (EUA) e ali foi decidido que o dólar estadunidense seria a moeda de referência da economia mundial, em lugar da libra esterlina britânica, tendo como lastro uma determinada quantidade de ouro para cada dólar emitido. Esta paridade foi rompida em 1971, quando os EUA endividados pela Guerra no Vietnã, acabam com lastro da moeda em ouro, podendo emitir a seu bel prazer papéis pintados (dólares) sem lastro algum (nem com ouro nem com mercadoria alguma).
O Senhor em breve julgará a Babilônia e seu poder financeiro sórdido e corrupto, sustentado pela miséria alheia e com muito sangue derramado. A crise atual vem acompanhada pelo iminente fim da hegemonia estadunidense e de seus papéis pintados, mas ainda não será derradeira queda da babilônia e do sistema financeiro internacional. A morte anunciada da hegemonia norte-americana vem no rastro de muitos déficits econômicos, ao lado de duas guerras intermináveis (Iraque e Afeganistão) e para piorar surgiu um câncer no sistema sanguíneo, ou melhor, no sistema de crédito e consumo desta nação. O tumor está alojado no sistema imobiliário (hipotecas) e entrou em metástase, se espalhando para outros setores da economia, bem como para outros países.
Esta crise muito semelhante ou até pior que a crise econômica iniciada pela quebra da bolsa de Nova York, em 24 de outubro de 1929 e que contribiu no surgimento do nazismo e da Segunda Guerra, pode ter como como consequência o surgimento de um líder que proporá a todo mundo paz e segurança (segurança neste caso, é a segurança econômica da humanidade). Este líder, assim como Ninrode, proporá ao mundo que viva independente do Senhor Jesus, negando sua divindade e sua soberania sobre este Universo. Ele mesmo afirmará que é deus e quem não segui-lo será perseguido e decapitado. A Bíblia o chama de homem da perdição, o anticristo.
Juntamente com ascensão deste iníquo, a Babilônia, bem como todo o Sistema Financeiro Mundial deixarão a América do Norte e migrarão para o Médio Oriente, aonde toda esta história começou. Ali será o gran finale e o derradeiro julgamento da grande meretriz. Ao concluir este julgamento, Cristo retomará o governo desta Terra, iniciando o seu reino de 1000 anos.
O Senhor Jesus nos tem alertado sobre estas sombrios e tempestuosos dias que sobrevirão a este planeta. Como peregrinos e forasteiros, devemos depositar toda a nossa confiança e esperança nele, não na instabilidade e na fugacidade das riquezas deste sistema econômico satânico falido. A nossa pátria está nos céus e nosso dever como embaixadores do Reino de Cristo é anunciar sua obra redentora e de salvação aos homens, enquanto há tempo. Quem tomou esta firme e gloriosa decisão é tempo de vigiar e orar. Aos que lêem este artigo e ainda não tomaram esta decisão, chegou o momento de entregar sua vida a Jesus Cristo, sabendo que ele é o único homem habilitado a reverter todo o quadro degenerativo da espécie humana, mediante sua linda e gloriosa obra redentora na Cruz, realizada há 20 séculos.
Que o Senhor abençoe a todos!

ACADEMICISMO OU ACEPÇÃO DE PESSOAS?

Longe de pretendermos uma discussão sociológica, entendemos que, todas as sociedades se organizam em classes e que nas camadas superiores sempre estão aqueles que se sobressaem. De uma maneira geral, todos os homens têm necessidade de reconhecimento e aceitação social. Quanto mais alto nesta hierarquia,maiores serão suas possibilidades de sucesso. Na sociedade moderna, a formação acadêmica é um dos ingredientes indispensáveis para se alcançar o sucesso. Alguém poderá perguntar: “O que isso tem haver com a Igreja?”.
Apesar de sermos eleitos por Deus para viver de maneira distinta dos demais, também fazemos parte dessa sociedade e como indivíduos, sentimos as mesmas necessidades de reconhecimento e aceitação. Mas não podemos nos esquecer que nosso caminho é diferente, e inverter os valores. A formação acadêmica se tornou uma exigência nesta sociedade excludente, onde impera a competição, egoísmo e incredulidade. Temos que discernir de onde vem esta pressão.“Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o SENHOR. Is. 55:8”
Nós, como povo de Deus, devemos nos preparar em todos os sentidos. Investir também na preparação acadêmica, mas sem fazer dela uma prioridade máxima.“Buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas”.Mt. 6:33. A bíblia diz que somos filhos e embaixadores de Deus nesse mundo. Quer doutos ou não, estamos devidamente credenciados por Ele. Felipe era um simples servidor de mesas e como Deus o usou ! “E, descendo Filipe à cidade de Samaria, lhes pregava a Cristo. E as multidões unanimemente prestavam atenção ao que Filipe dizia, porque ouviam e viam os sinais que ele fazia, pois que os espíritos imundos saíam de muitos que os tinham, clamando em alta voz; e muitos paralíticos e coxos eram curados. E havia grande alegria naquela cidade”. At. 8:5 a 8.”
Os cristãos que tiverem oportunidade de se preparar em boas escolas e faculdades devem fazê-lo sim, e que sejam autênticos representantes de Deus, onde estiverem. Só não podemos permitir que o orgulho e o preconceito façam parte de nossas vidas. Estamos abordando este assunto porque infelizmente, temos visto com muita freqüência nas igrejas, uma supervalorização do nível cultural e um preconceito velado sobre os indoutos, como acontece na sociedade secular. A bíblia nos ensina a não agirmos assim. Vejamos o que disse Tiago: “Meus irmãos, não tenhais a fé de nosso Senhor Jesus Cristo, em acepção de pessoas” Tg.2:1
Certa ocasião, um renomado missionário do interior, agendou uma palestra em uma grande igreja, para compartilhar-lhes o que Deus estava operando em seu campo. Chegando a data combinada o missionário teve impedimentos para ali comparecer, então resolveu enviar um de seus discípulos, representando-o. Quando o discípulo se dirigia para o seu compromisso, o ônibus em que ele estava sofre uma avaria e é obrigado a parar.Após várias horas de espera à beira da estrada de terra, o discípulo evangelista consegue uma carona de um motoqueiro.Neste ínterim o pastor anfitrião, já preocupado pelo atraso, resolve esperar o missionário em plena calçada. Daí a pouco chega o evangelista, todo empoeirado e para descontentamento do pastor, era um homem negro. Após esclarecimentos e desculpas por parte do evangelista, o pastor o recebe sem dar-lhe o menor crédito.
Enquanto o evangelista se recompunha de sua exaustiva viagem, o pastor orientava seus assistentes para que colocassem a tribuna próxima aos primeiros bancos e ao menor sinal de heresia, tomaria lhe o microfone. Deu-se início ao culto com um período de cânticos em perfeição sinfônica.Terminado este período, a palavra foi entregue ao evangelista do interior. Este então se apresenta, diz a todos a passagem bíblica que iria discorrer e pede para alguém lê-la, pois ele não sabia ler. Neste instante houve um burburinho entre os presentes. O pastor fala ao ouvido do seu assistente: “Só me faltava essa, um pregador em péssimo estado de apresentação, negro e ainda por cima analfabeto. Só pode ser uma brincadeira de mal gosto daquele missionário! Ele vai se ver comigo.”
O texto foi lido e o evangelista pregou apenas quinze minutos, pois seu vocabulário não lhe permitiria estender por mais tempo. Mas foi a mais pura exposição das escrituras que aquelas pessoas jamais ouviram. Ao terminar sua pregação a glória de Deus inundou aquele lugar.Um profundo arrependimento tomou conta daquelas pessoas e mesmo sem apelo todas vieram à frente, prostrando-se em lágrimas, diante de Deus e de seu humilde servo. “Eis que farei aos sinagoga de satanás (aos que dizem judeus e não são, mas mentem), eis que eu farei que venham, e se prostrem aos seus pés , e saibam que eu te amo.” Ap. 3:9. Fatos semelhantes a este se repetem todos os dias. Somos tendentes a julgar as pessoas como o mundo as julga. Esta não é uma prática de cristãos e sim de fariseus.“Porque vede, irmãos, a vossa vocação, que não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos, nem muitos os nobres que são chamados. Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes. E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são para aniquilar as que são; para que nenhuma carne se glorie perante ele. II Cor. 1:26 a 29.”
Nosso inimigo tem conseguido influenciar alguns, despertando-lhes o orgulho das castas. A estratégia do inimigo é tão sutil e ardilosa que quase não se percebe. Até entre os ministros da palavra podemos ver o inimigo agindo, armando laços e estimulando-lhes a vaidade. Estes, quando se apresentam em igrejas, congressos ou em suas publicações, colocam antes de seus nomes, as credenciais humanas como títulos honoríficos. Ex: Bacharel em Teologia, P.H.D. em Teologia, D.D. (Doutor em Divindade) e outros. Será que teríamos coragem de nos apresentar diante de Deus com estes títulos?
Quando o ministro é leigo (o que já é uma inverdade, pois aquele que Deus capacita não é leigo) e alcançou notoriedade pela ação de Deus em sua vida, coloca-se antes do seu nome o honroso título Autodidata (outra inverdade, porque ninguém se faz ministro de Deus por si mesmo). O mais triste nesta história é que tem muita gente boa, colunas na Igreja, embarcando nessa canoa furada, deixando-se prender desavisadamente por honrarias deste mundo, que só nos servem de laço. “O homem que lisonjeia a seu próximo, arma uma rede aos seus passos.” Pv. 29:5Alguns pensam que este assunto é de pouca importância, mas são as raposinhas que causam mais danos ao vinhedo.
Paulo nos dá um bom exemplo para seguirmos, quando em suas cartas se apresenta como servo de Cristo, mensageiro de Cristo, escravo de Cristo, prisioneiro de Cristo e não com os títulos honrosos que possuía. É triste dizer, mas existem pastores que, quando lhe perguntam seu nome, acrescentam o título antes do nome, esquecendo-se que se trata apenas de uma função serviçal. Outros, não gostam quando são chamados de irmão e exigem que lhes chame de “pastor”. Mais uma vez, estamos nos parecendo com os fariseus. Vejamos alguns conselhos de Jesus que ainda vigoram: “Então falou Jesus às multidões e aos seus discípulos: Na cadeira de Moisés, se assentaram os escribas e fariseus. Fazei e guardai, pois, tudo quanto eles vos disserem, porém não os imiteis nas sua obras; porque dizem e não fazem. Atam fardos pesados e difíceis de carregar e os põem sobre os ombros dos homens; entretanto, eles mesmos nem com um dedo querem movê-los. Praticam, porém, todas as suas obras com o fim de serem vistos pelos homens; pois alargam os seus filactérios e alongam as suas franjas. Amam o primeiro lugar nos banquetes e as primeiras cadeiras nas sinagogas, as saudações nas praças e o serem chamados mestres pelos homens. “Vos, porém, não sereis chamados mestres, porque um só é o vosso mestre, e vos todos sois irmãos. A ninguém sobre a terra chameis vosso pai; porque um só é o vosso Pai, aquele que está nos céus. Nem sereis chamados guias, porque um só é o vosso Guia, o Cristo. Mas o maior dentre vós será vosso servo. Quem a si mesmo se exaltar será humilhado; e quem a si mesmo se humilhar será exaltado.” Mt 23: 1ao12.
A igreja evangélica teve o cuidado de não chamar seus líderes de pai (padre e papa), mas erra quando chama seus líderes por guia (Pastores, presbíteros e bispos).
O objetivo deste ensinamento não é banir da igreja os ministérios sacerdotais com seus deveres e prerrogativas, mas sim exortar àqueles a quem foram confiadas estas funções, sobre o perigo que os ronda tão de perto, ou seja, o orgulho espiritual. O mesmo que seduziu os escribas, fariseus.

Nosso chamado é para servir, não importando nosso nível econômico, cultural, social ou ministerial. As recompensas serão a alegria de servir a Deus, ver pessoas sendo salvas e restauradas, e na vida eterna o galardão pelo serviço prestado.

A NOIVA DO SENHOR JESUS CRISTO

INTRODUÇÃO
De David Alfred Zuhars, Jr.

"Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Salvador; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja; sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos. Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, para santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível. Assim devem os maridos amar a suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo. Porque nunca ninguém aborreceu a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor a igreja; porque somos membros do seu corpo. Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e a unirá a sua mulher; e serão dois numa carne. Grande é este mistério: digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja. Assim também vós cada um em particular ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido", (Efésios 5:22-33).
Há muita confusão a respeito da Noiva do Senhor Jesus Cristo. A maioria desta confusão vem da doutrina da igreja universal e invisível. É uma necessidade para os que crêem na igreja universal invisível ter também uma noiva do mesmo jeito. Porque se não disserem que a noiva é todos os salvos, estariam negando seu direito para existir como uma igreja. Esta conclusão é inevitável. Se a doutrina da igreja é errada, também a doutrina da noiva será errada. Se achar que todos os tipos de igreja compõem esta igreja supostamente chamada universal invisível, também a noiva de Cristo teria que ser do mesmo jeito. Mas, se achar que a igreja verdadeira é uma igreja batista local e visível que ainda está praticando a Palavra de Deus e guardando as ordenanças fielmente, a noiva de Cristo seria tão diferente. Se é a verdade que Deus tem um galardão especial para os membros fiéis das igrejas verdadeiras, tem que ser que os salvos que não fazem parte de uma igreja verdadeira não receberão este galardão. Porque não receberão? Porque não sujeitaram-se à sua autoridade e seu batismo, nem dá glória a Cristo na sua igreja como Ele quer e manda, (Efésios 3:21). A passagem acima (Efésios 5:22-33) fala que a noiva de Cristo é a sua igreja, o tipo de igreja somente que Ele tem. Vale a pena servir O Senhor Jesus Cristo na sua igreja, porque há um galardão especial para ela. Vamos ver!
AS IDEAS FALSAS DA NOIVA DO CORDEIRO
1. Todos os salvos de todos os tempos. Muitos acham que a Noiva do Cordeiro consiste de todos os salvos de todos os tempos. Quer dizer, todos os salvos de Adão até ao fim. Mostraremos depois porque não pode ser.
2. Todos os salvos da Era do Evangelho. Outros acham que a Noiva do Cordeiro consiste de todos os salvos do dia de Pentecostes até a primeira ressurreição. Também, mostraremos depois porque não pode ser.
3. Uma Denominação de Igreja ou Seita. Este povo identifica a Noiva do Cordeiro com sua denominação de igreja ou seita, como a igreja católica e a maioria das seitas fazem.
AS DUAS MULHERES ECLESIÁSTICAS DA BÍBLIA
O livro de Apocalipse (e a Bíblia toda) fala sobre duas mulheres eclesiásticas; A Grande Prostituta (Apocalipse 17) e A Noiva do Cordeiro (Apocalipse 19 e 21). Devemos notar e entender bem estas duas mulheres.
1. A Grande Prostituta. Ela é chamada, "Mistério, a grande Babilônia, a mãe das prostituições e das abominações da terra", (Apocalipse 17:4). Esta mulher é a igreja falsa e a noiva do Anticristo que está assentada sobre as multidões da terra. Ela está cheia de blasfêmias, abominações, imundícia, e prostituições. Ela tem derramado o sangue de milhões dos santos e está embriagada com o sangue deles. Ela prostituiu-se com os reis da terra, (controlando os reinos da terra e sendo a igreja estadual). Ela vem da religião pagã de Babilônia e Ninrode, (Gênesis 11 e 12). Porque ela é prostituta, tem filhas ilegítimas que são quase iguais a ela em muitas maneiras. Até ela tem as roupas da prostituta. Quem é? A Igreja Católica e suas filhas as Igrejas Protestantes. Para saber que é a verdade, é somente estudar a história humana e eclesiástica um pouco. Ela e suas filhas tem pervertido todas as doutrinas bíblicas, tem sido controladores dos reinos da terra (igrejas estaduais), todas elas vem da mesma fonte corrompida (a religião pagã de babilônia), as filhas dela nasceram duma prostituta e tem a maioria das coisas poluídas da sua mãe, todas elas tem perseguido a igreja verdadeira do Senhor Jesus Cristo e derramado o sangue dela com muito prazer e gozo diabólico. Esta é a igreja e a noiva de Satanás. Mas, a Grande Babilônia cairá um dia pelo poder do Deus Todo-Poderoso!
2. A Noiva do Cordeiro. Ela é chamada a Noiva e a Esposa do Cordeiro, (Apocalipse 19 e 21). Ela é uma virgem pura, (II Coríntios 11:2). Ela não é nada que a Grande Prostituta é. Agora examinaremos ela através da luz das Escrituras.
A NOIVA DO CORDEIRO
Apocalipse 19:1-9, 21:1-27. Esta passagem fala sobre a Noiva de Cristo. Vamos examinar estes versículos e outros a respeito dela.
1. A Noiva de Cristo é diferente do que a multidão em Apocalipse 19:6-7. Esta multidão dos salvos no céu estão falando sobre a Noiva de Cristo e dizendo que as bodas do Cordeiro veio. Então, a multidão não faz parte da noiva, mas é um grupo de pessoas diferente e separado da noiva. Por isso, a Noiva não pode ser todos os salvos.
2. A Noiva de Cristo é diferente do que os chamados à ceia das bodas em Apocalipse 19:9. Estes chamados são os convidados do Noivo para assistir o seu casamento. Não é necessário convidar a Noiva para assistir o seu próprio casamento. Por isto também, sabemos que a noiva de Cristo não é todos os salvos.
3. João O Batista fez diferença entre todos os salvos e a Noiva. Ele chamou-se a si mesmo o amigo do esposo em João 3:29. João O Batista disse que ele não fez parte da noiva de Cristo. Mais uma vez então, todos os salvos não podem ser a noiva.
4. A Nova Jerusalém será a morada eterna da Noiva do Cordeiro, (Apocalipse 21:2, 9-10, 23-24). Alguns salvos morarão fora da Nova Jerusalém, mas poderão visitar e andar nela. Isto mostra também que todos os salvos não consistem a noiva.
5. A Noiva De Cristo não pode ser todos os salvos do dia de Pentecostes até a primeira ressurreição. Simplesmente, porque a igreja do Senhor Jesus Cristo não é universal nem invisível. Segui-se então que a noiva nem é.
6. A Noiva de Cristo receberá galardão especial por causa da sua fidelidade, (Apocalipse 19:8, 3:4). Se não fizer diferença no céu, porque estamos tentando batalhar pela fé dada uma vez aos santos aqui neste mundo? Cristo galardoará sua Noiva especialmente.
7. A Noiva de Cristo é, então, o seguinte. A Noiva do Senhor Jesus Cristo está sendo preparada para dar em casamento, (II Coríntios 11:2, Efésios 5:22-33). Ela está prometida para o casamento; agora ela é a noiva do Senhor Jesus Cristo, mas um dia será a sua esposa.
Ela é uma virgem pura. Ela não tem se contaminada com as religiões falsas, nem sua doutrina, nem com o pecado deste mundo. Mas, ela tem preservada a doutrina dada a ela fielmente, e ficado separada das coisas do mundo por seu Noivo puramente. Ela não toca na imundícia de heresia nem do pecado deste mundo, nem deixa tudo isto tocar nela.
Ela está se aprontando para encontrar seu Noivo, (Apocalipse 19:7-8). Nestes versículos fala das justiças dela. As justiças dos santos aqui não podem ser a justiça imputada de Cristo na salvação. Nota que a Palavra de Deus diz as justiças, não a justiça. As justiças na língua grega nesta passagem significa "os atos justos dos santos".
A Palavra de Deus diz que ela "se aprontou para que se vestisse de linho fino, puro, e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos". Ninguém pode ser salvo dos seus pecados e entrar no céu para morar com Cristo sem o perdão de pecado e a justiça imputada por Jesus Cristo. Ele ganhou a salvação do pecador pela sua vida perfeita e sua morte na cruz. Cristo é nossa salvação pela fé. O pecador é salvo pela graça por meio da fé. As boas obras do pecador não salvam, nem ajudam salvar. A salvação do pobre pecador é totalmente pela graça de Deus. Mas, o contexto de Apocalipse 19:6-9 não é a salvação do pecador sem Cristo, é sim o galardão do crente em Jesus Cristo. O crente em Cristo receberá seus galardões segundo a sua fidelidade a Cristo. O mais fiel o crente está, o melhor galardão receberá. A Noiva de Cristo serviu seu futuro Esposo segundo a vontade dele. Ela sujeitou-se a seu Noivo fielmente, serviu-o na sua igreja verdadeira, recebeu o seu batismo, sofreu a perseguição da Grande Prostituta, preservou a doutrina dele, e se separou puramente do pecado do mundo por Ele. Por isso, a Palavra de Deus diz que ela "se aprontou". Porém, ela receberá do seu Noivo um galardão especial.
A Noiva do Cordeiro se vestirá no céu na roupa de uma virgem, (Apocalipse 19:8). A roupa dela será de linho fino, puro, e resplandecente que significa ser branco e brilhante. (compara a roupa da Noiva com a roupa da Grande Prostituta). O linho fino, puro, e resplandecente é o símbolo das suas justiças. Ela terá esta roupa extraordinária para mostrar sua fidelidade a seu Esposo lá no céu. Jesus Cristo falou com a igreja em Sardo, "Mas também tens em Sardo algumas pessoas que não contaminaram seus vestidos, e comigo andarão de branco; porquanto são dignas disso. O que vence será vestido de vestes brancas". Estas pessoas são a Noiva de Cristo. Cristo falou dos membros fiéis de uma igreja verdadeira dele. Quem é a Noiva de Cristo então? Os membros fiéis de uma igreja batista verdadeira de Cristo. A Noiva de Cristo ama seu Noivo com todo o seu coração. Ela não é perfeita, mas está servindo Cristo como Ele quer e manda, e será galardoada por isto por seu Noivo!
"VIGIAI POIS, PORQUE NÃO SABEIS O DIA NEM A HORA
EM QUE O FILHO DO HOMEM HÁ DE VIR," Mateus 25:13.
Autor: David Alfred Zuhars, Jr.

"Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Salvador; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja; sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos. Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, para santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível. Assim devem os maridos amar a suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo. Porque nunca ninguém aborreceu a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor a igreja; porque somos membros do seu corpo. Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e a unirá a sua mulher; e serão dois numa carne. Grande é este mistério: digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja. Assim também vós cada um em particular ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido", (Efésios 5:22-33).
Há muita confusão a respeito da Noiva do Senhor Jesus Cristo. A maioria desta confusão vem da doutrina da igreja universal e invisível. É uma necessidade para os que crêem na igreja universal invisível ter também uma noiva do mesmo jeito. Porque se não disserem que a noiva é todos os salvos, estariam negando seu direito para existir como uma igreja. Esta conclusão é inevitável. Se a doutrina da igreja é errada, também a doutrina da noiva será errada. Se achar que todos os tipos de igreja compõem esta igreja supostamente chamada universal invisível, também a noiva de Cristo teria que ser do mesmo jeito. Mas, se achar que a igreja verdadeira é uma igreja batista local e visível que ainda está praticando a Palavra de Deus e guardando as ordenanças fielmente, a noiva de Cristo seria tão diferente. Se é a verdade que Deus tem um galardão especial para os membros fiéis das igrejas verdadeiras, tem que ser que os salvos que não fazem parte de uma igreja verdadeira não receberão este galardão. Porque não receberão? Porque não sujeitaram-se à sua autoridade e seu batismo, nem dá glória a Cristo na sua igreja como Ele quer e manda, (Efésios 3:21). A passagem acima (Efésios 5:22-33) fala que a noiva de Cristo é a sua igreja, o tipo de igreja somente que Ele tem. Vale a pena servir O Senhor Jesus Cristo na sua igreja, porque há um galardão especial para ela. Vamos ver!
AS IDEAS FALSAS DA NOIVA DO CORDEIRO
1. Todos os salvos de todos os tempos. Muitos acham que a Noiva do Cordeiro consiste de todos os salvos de todos os tempos. Quer dizer, todos os salvos de Adão até ao fim. Mostraremos depois porque não pode ser.
2. Todos os salvos da Era do Evangelho. Outros acham que a Noiva do Cordeiro consiste de todos os salvos do dia de Pentecostes até a primeira ressurreição. Também, mostraremos depois porque não pode ser.
3. Uma Denominação de Igreja ou Seita. Este povo identifica a Noiva do Cordeiro com sua denominação de igreja ou seita, como a igreja católica e a maioria das seitas fazem.
AS DUAS MULHERES ECLESIÁSTICAS DA BÍBLIA
O livro de Apocalipse (e a Bíblia toda) fala sobre duas mulheres eclesiásticas; A Grande Prostituta (Apocalipse 17) e A Noiva do Cordeiro (Apocalipse 19 e 21). Devemos notar e entender bem estas duas mulheres.
1. A Grande Prostituta. Ela é chamada, "Mistério, a grande Babilônia, a mãe das prostituições e das abominações da terra", (Apocalipse 17:4). Esta mulher é a igreja falsa e a noiva do Anticristo que está assentada sobre as multidões da terra. Ela está cheia de blasfêmias, abominações, imundícia, e prostituições. Ela tem derramado o sangue de milhões dos santos e está embriagada com o sangue deles. Ela prostituiu-se com os reis da terra, (controlando os reinos da terra e sendo a igreja estadual). Ela vem da religião pagã de Babilônia e Ninrode, (Gênesis 11 e 12). Porque ela é prostituta, tem filhas ilegítimas que são quase iguais a ela em muitas maneiras. Até ela tem as roupas da prostituta. Quem é? A Igreja Católica e suas filhas as Igrejas Protestantes. Para saber que é a verdade, é somente estudar a história humana e eclesiástica um pouco. Ela e suas filhas tem pervertido todas as doutrinas bíblicas, tem sido controladores dos reinos da terra (igrejas estaduais), todas elas vem da mesma fonte corrompida (a religião pagã de babilônia), as filhas dela nasceram duma prostituta e tem a maioria das coisas poluídas da sua mãe, todas elas tem perseguido a igreja verdadeira do Senhor Jesus Cristo e derramado o sangue dela com muito prazer e gozo diabólico. Esta é a igreja e a noiva de Satanás. Mas, a Grande Babilônia cairá um dia pelo poder do Deus Todo-Poderoso!
2. A Noiva do Cordeiro. Ela é chamada a Noiva e a Esposa do Cordeiro, (Apocalipse 19 e 21). Ela é uma virgem pura, (II Coríntios 11:2). Ela não é nada que a Grande Prostituta é. Agora examinaremos ela através da luz das Escrituras.
A NOIVA DO CORDEIRO
Apocalipse 19:1-9, 21:1-27. Esta passagem fala sobre a Noiva de Cristo. Vamos examinar estes versículos e outros a respeito dela.
1. A Noiva de Cristo é diferente do que a multidão em Apocalipse 19:6-7. Esta multidão dos salvos no céu estão falando sobre a Noiva de Cristo e dizendo que as bodas do Cordeiro veio. Então, a multidão não faz parte da noiva, mas é um grupo de pessoas diferente e separado da noiva. Por isso, a Noiva não pode ser todos os salvos.
2. A Noiva de Cristo é diferente do que os chamados à ceia das bodas em Apocalipse 19:9. Estes chamados são os convidados do Noivo para assistir o seu casamento. Não é necessário convidar a Noiva para assistir o seu próprio casamento. Por isto também, sabemos que a noiva de Cristo não é todos os salvos.
3. João O Batista fez diferença entre todos os salvos e a Noiva. Ele chamou-se a si mesmo o amigo do esposo em João 3:29. João O Batista disse que ele não fez parte da noiva de Cristo. Mais uma vez então, todos os salvos não podem ser a noiva.
4. A Nova Jerusalém será a morada eterna da Noiva do Cordeiro, (Apocalipse 21:2, 9-10, 23-24). Alguns salvos morarão fora da Nova Jerusalém, mas poderão visitar e andar nela. Isto mostra também que todos os salvos não consistem a noiva.
5. A Noiva De Cristo não pode ser todos os salvos do dia de Pentecostes até a primeira ressurreição. Simplesmente, porque a igreja do Senhor Jesus Cristo não é universal nem invisível. Segui-se então que a noiva nem é.
6. A Noiva de Cristo receberá galardão especial por causa da sua fidelidade, (Apocalipse 19:8, 3:4). Se não fizer diferença no céu, porque estamos tentando batalhar pela fé dada uma vez aos santos aqui neste mundo? Cristo galardoará sua Noiva especialmente.
7. A Noiva de Cristo é, então, o seguinte. A Noiva do Senhor Jesus Cristo está sendo preparada para dar em casamento, (II Coríntios 11:2, Efésios 5:22-33). Ela está prometida para o casamento; agora ela é a noiva do Senhor Jesus Cristo, mas um dia será a sua esposa.
Ela é uma virgem pura. Ela não tem se contaminada com as religiões falsas, nem sua doutrina, nem com o pecado deste mundo. Mas, ela tem preservada a doutrina dada a ela fielmente, e ficado separada das coisas do mundo por seu Noivo puramente. Ela não toca na imundícia de heresia nem do pecado deste mundo, nem deixa tudo isto tocar nela.
Ela está se aprontando para encontrar seu Noivo, (Apocalipse 19:7-8). Nestes versículos fala das justiças dela. As justiças dos santos aqui não podem ser a justiça imputada de Cristo na salvação. Nota que a Palavra de Deus diz as justiças, não a justiça. As justiças na língua grega nesta passagem significa "os atos justos dos santos".
A Palavra de Deus diz que ela "se aprontou para que se vestisse de linho fino, puro, e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos". Ninguém pode ser salvo dos seus pecados e entrar no céu para morar com Cristo sem o perdão de pecado e a justiça imputada por Jesus Cristo. Ele ganhou a salvação do pecador pela sua vida perfeita e sua morte na cruz. Cristo é nossa salvação pela fé. O pecador é salvo pela graça por meio da fé. As boas obras do pecador não salvam, nem ajudam salvar. A salvação do pobre pecador é totalmente pela graça de Deus. Mas, o contexto de Apocalipse 19:6-9 não é a salvação do pecador sem Cristo, é sim o galardão do crente em Jesus Cristo. O crente em Cristo receberá seus galardões segundo a sua fidelidade a Cristo. O mais fiel o crente está, o melhor galardão receberá. A Noiva de Cristo serviu seu futuro Esposo segundo a vontade dele. Ela sujeitou-se a seu Noivo fielmente, serviu-o na sua igreja verdadeira, recebeu o seu batismo, sofreu a perseguição da Grande Prostituta, preservou a doutrina dele, e se separou puramente do pecado do mundo por Ele. Por isso, a Palavra de Deus diz que ela "se aprontou". Porém, ela receberá do seu Noivo um galardão especial.
A Noiva do Cordeiro se vestirá no céu na roupa de uma virgem, (Apocalipse 19:8). A roupa dela será de linho fino, puro, e resplandecente que significa ser branco e brilhante. (compara a roupa da Noiva com a roupa da Grande Prostituta). O linho fino, puro, e resplandecente é o símbolo das suas justiças. Ela terá esta roupa extraordinária para mostrar sua fidelidade a seu Esposo lá no céu. Jesus Cristo falou com a igreja em Sardo, "Mas também tens em Sardo algumas pessoas que não contaminaram seus vestidos, e comigo andarão de branco; porquanto são dignas disso. O que vence será vestido de vestes brancas". Estas pessoas são a Noiva de Cristo. Cristo falou dos membros fiéis de uma igreja verdadeira dele. Quem é a Noiva de Cristo então? Os membros fiéis de uma igreja batista verdadeira de Cristo. A Noiva de Cristo ama seu Noivo com todo o seu coração. Ela não é perfeita, mas está servindo Cristo como Ele quer e manda, e será galardoada por isto por seu Noivo!
"VIGIAI POIS, PORQUE NÃO SABEIS O DIA NEM A HORA
EM QUE O FILHO DO HOMEM HÁ DE VIR," Mateus 25:13.
Autor: David Alfred Zuhars, Jr.
INTRODUÇÃO
"Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Salvador; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja; sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos. Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, para santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível. Assim devem os maridos amar a suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo. Porque nunca ninguém aborreceu a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor a igreja; porque somos membros do seu corpo. Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e a unirá a sua mulher; e serão dois numa carne. Grande é este mistério: digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja. Assim também vós cada um em particular ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido", (Efésios 5:22-33).
Há muita confusão a respeito da Noiva do Senhor Jesus Cristo. A maioria desta confusão vem da doutrina da igreja universal e invisível. É uma necessidade para os que crêem na igreja universal invisível ter também uma noiva do mesmo jeito. Porque se não disserem que a noiva é todos os salvos, estariam negando seu direito para existir como uma igreja. Esta conclusão é inevitável. Se a doutrina da igreja é errada, também a doutrina da noiva será errada. Se achar que todos os tipos de igreja compõem esta igreja supostamente chamada universal invisível, também a noiva de Cristo teria que ser do mesmo jeito. Mas, se achar que a igreja verdadeira é uma igreja batista local e visível que ainda está praticando a Palavra de Deus e guardando as ordenanças fielmente, a noiva de Cristo seria tão diferente. Se é a verdade que Deus tem um galardão especial para os membros fiéis das igrejas verdadeiras, tem que ser que os salvos que não fazem parte de uma igreja verdadeira não receberão este galardão. Porque não receberão? Porque não sujeitaram-se à sua autoridade e seu batismo, nem dá glória a Cristo na sua igreja como Ele quer e manda, (Efésios 3:21). A passagem acima (Efésios 5:22-33) fala que a noiva de Cristo é a sua igreja, o tipo de igreja somente que Ele tem. Vale a pena servir O Senhor Jesus Cristo na sua igreja, porque há um galardão especial para ela. Vamos ver!
AS IDEAS FALSAS DA NOIVA DO CORDEIRO
1. Todos os salvos de todos os tempos. Muitos acham que a Noiva do Cordeiro consiste de todos os salvos de todos os tempos. Quer dizer, todos os salvos de Adão até ao fim. Mostraremos depois porque não pode ser.
2. Todos os salvos da Era do Evangelho. Outros acham que a Noiva do Cordeiro consiste de todos os salvos do dia de Pentecostes até a primeira ressurreição. Também, mostraremos depois porque não pode ser.
3. Uma Denominação de Igreja ou Seita. Este povo identifica a Noiva do Cordeiro com sua denominação de igreja ou seita, como a igreja católica e a maioria das seitas fazem.
AS DUAS MULHERES ECLESIÁSTICAS DA BÍBLIA
O livro de Apocalipse (e a Bíblia toda) fala sobre duas mulheres eclesiásticas; A Grande Prostituta (Apocalipse 17) e A Noiva do Cordeiro (Apocalipse 19 e 21). Devemos notar e entender bem estas duas mulheres.
1. A Grande Prostituta. Ela é chamada, "Mistério, a grande Babilônia, a mãe das prostituições e das abominações da terra", (Apocalipse 17:4). Esta mulher é a igreja falsa e a noiva do Anticristo que está assentada sobre as multidões da terra. Ela está cheia de blasfêmias, abominações, imundícia, e prostituições. Ela tem derramado o sangue de milhões dos santos e está embriagada com o sangue deles. Ela prostituiu-se com os reis da terra, (controlando os reinos da terra e sendo a igreja estadual). Ela vem da religião pagã de Babilônia e Ninrode, (Gênesis 11 e 12). Porque ela é prostituta, tem filhas ilegítimas que são quase iguais a ela em muitas maneiras. Até ela tem as roupas da prostituta. Quem é? A Igreja Católica e suas filhas as Igrejas Protestantes. Para saber que é a verdade, é somente estudar a história humana e eclesiástica um pouco. Ela e suas filhas tem pervertido todas as doutrinas bíblicas, tem sido controladores dos reinos da terra (igrejas estaduais), todas elas vem da mesma fonte corrompida (a religião pagã de babilônia), as filhas dela nasceram duma prostituta e tem a maioria das coisas poluídas da sua mãe, todas elas tem perseguido a igreja verdadeira do Senhor Jesus Cristo e derramado o sangue dela com muito prazer e gozo diabólico. Esta é a igreja e a noiva de Satanás. Mas, a Grande Babilônia cairá um dia pelo poder do Deus Todo-Poderoso!
2. A Noiva do Cordeiro. Ela é chamada a Noiva e a Esposa do Cordeiro, (Apocalipse 19 e 21). Ela é uma virgem pura, (II Coríntios 11:2). Ela não é nada que a Grande Prostituta é. Agora examinaremos ela através da luz das Escrituras.
A NOIVA DO CORDEIRO
Apocalipse 19:1-9, 21:1-27. Esta passagem fala sobre a Noiva de Cristo. Vamos examinar estes versículos e outros a respeito dela.
1. A Noiva de Cristo é diferente do que a multidão em Apocalipse 19:6-7. Esta multidão dos salvos no céu estão falando sobre a Noiva de Cristo e dizendo que as bodas do Cordeiro veio. Então, a multidão não faz parte da noiva, mas é um grupo de pessoas diferente e separado da noiva. Por isso, a Noiva não pode ser todos os salvos.
2. A Noiva de Cristo é diferente do que os chamados à ceia das bodas em Apocalipse 19:9. Estes chamados são os convidados do Noivo para assistir o seu casamento. Não é necessário convidar a Noiva para assistir o seu próprio casamento. Por isto também, sabemos que a noiva de Cristo não é todos os salvos.
3. João O Batista fez diferença entre todos os salvos e a Noiva. Ele chamou-se a si mesmo o amigo do esposo em João 3:29. João O Batista disse que ele não fez parte da noiva de Cristo. Mais uma vez então, todos os salvos não podem ser a noiva.
4. A Nova Jerusalém será a morada eterna da Noiva do Cordeiro, (Apocalipse 21:2, 9-10, 23-24). Alguns salvos morarão fora da Nova Jerusalém, mas poderão visitar e andar nela. Isto mostra também que todos os salvos não consistem a noiva.
5. A Noiva De Cristo não pode ser todos os salvos do dia de Pentecostes até a primeira ressurreição. Simplesmente, porque a igreja do Senhor Jesus Cristo não é universal nem invisível. Segui-se então que a noiva nem é.
6. A Noiva de Cristo receberá galardão especial por causa da sua fidelidade, (Apocalipse 19:8, 3:4). Se não fizer diferença no céu, porque estamos tentando batalhar pela fé dada uma vez aos santos aqui neste mundo? Cristo galardoará sua Noiva especialmente.
7. A Noiva de Cristo é, então, o seguinte. A Noiva do Senhor Jesus Cristo está sendo preparada para dar em casamento, (II Coríntios 11:2, Efésios 5:22-33). Ela está prometida para o casamento; agora ela é a noiva do Senhor Jesus Cristo, mas um dia será a sua esposa.
Ela é uma virgem pura. Ela não tem se contaminada com as religiões falsas, nem sua doutrina, nem com o pecado deste mundo. Mas, ela tem preservada a doutrina dada a ela fielmente, e ficado separada das coisas do mundo por seu Noivo puramente. Ela não toca na imundícia de heresia nem do pecado deste mundo, nem deixa tudo isto tocar nela.
Ela está se aprontando para encontrar seu Noivo, (Apocalipse 19:7-8). Nestes versículos fala das justiças dela. As justiças dos santos aqui não podem ser a justiça imputada de Cristo na salvação. Nota que a Palavra de Deus diz as justiças, não a justiça. As justiças na língua grega nesta passagem significa "os atos justos dos santos".
A Palavra de Deus diz que ela "se aprontou para que se vestisse de linho fino, puro, e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos". Ninguém pode ser salvo dos seus pecados e entrar no céu para morar com Cristo sem o perdão de pecado e a justiça imputada por Jesus Cristo. Ele ganhou a salvação do pecador pela sua vida perfeita e sua morte na cruz. Cristo é nossa salvação pela fé. O pecador é salvo pela graça por meio da fé. As boas obras do pecador não salvam, nem ajudam salvar. A salvação do pobre pecador é totalmente pela graça de Deus. Mas, o contexto de Apocalipse 19:6-9 não é a salvação do pecador sem Cristo, é sim o galardão do crente em Jesus Cristo. O crente em Cristo receberá seus galardões segundo a sua fidelidade a Cristo. O mais fiel o crente está, o melhor galardão receberá. A Noiva de Cristo serviu seu futuro Esposo segundo a vontade dele. Ela sujeitou-se a seu Noivo fielmente, serviu-o na sua igreja verdadeira, recebeu o seu batismo, sofreu a perseguição da Grande Prostituta, preservou a doutrina dele, e se separou puramente do pecado do mundo por Ele. Por isso, a Palavra de Deus diz que ela "se aprontou". Porém, ela receberá do seu Noivo um galardão especial.
A Noiva do Cordeiro se vestirá no céu na roupa de uma virgem, (Apocalipse 19:8). A roupa dela será de linho fino, puro, e resplandecente que significa ser branco e brilhante. (compara a roupa da Noiva com a roupa da Grande Prostituta). O linho fino, puro, e resplandecente é o símbolo das suas justiças. Ela terá esta roupa extraordinária para mostrar sua fidelidade a seu Esposo lá no céu. Jesus Cristo falou com a igreja em Sardo, "Mas também tens em Sardo algumas pessoas que não contaminaram seus vestidos, e comigo andarão de branco; porquanto são dignas disso. O que vence será vestido de vestes brancas". Estas pessoas são a Noiva de Cristo. Cristo falou dos membros fiéis de uma igreja verdadeira dele. Quem é a Noiva de Cristo então? Os membros fiéis de uma igreja batista verdadeira de Cristo. A Noiva de Cristo ama seu Noivo com todo o seu coração. Ela não é perfeita, mas está servindo Cristo como Ele quer e manda, e será galardoada por isto por seu Noivo!
"VIGIAI POIS, PORQUE NÃO SABEIS O DIA NEM A HORA
EM QUE O FILHO DO HOMEM HÁ DE VIR," Mateus 25:13.
A DOUTRINA DA IGREJA
A NOIVA DO SENHOR JESUS CRISTO
INTRODUÇÃO
"Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Salvador; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja; sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos. Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela, para santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível. Assim devem os maridos amar a suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo. Porque nunca ninguém aborreceu a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor a igreja; porque somos membros do seu corpo. Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e a unirá a sua mulher; e serão dois numa carne. Grande é este mistério: digo-o, porém, a respeito de Cristo e da igreja. Assim também vós cada um em particular ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido", (Efésios 5:22-33).
Há muita confusão a respeito da Noiva do Senhor Jesus Cristo. A maioria desta confusão vem da doutrina da igreja universal e invisível. É uma necessidade para os que crêem na igreja universal invisível ter também uma noiva do mesmo jeito. Porque se não disserem que a noiva é todos os salvos, estariam negando seu direito para existir como uma igreja. Esta conclusão é inevitável. Se a doutrina da igreja é errada, também a doutrina da noiva será errada. Se achar que todos os tipos de igreja compõem esta igreja supostamente chamada universal invisível, também a noiva de Cristo teria que ser do mesmo jeito. Mas, se achar que a igreja verdadeira é uma igreja batista local e visível que ainda está praticando a Palavra de Deus e guardando as ordenanças fielmente, a noiva de Cristo seria tão diferente. Se é a verdade que Deus tem um galardão especial para os membros fiéis das igrejas verdadeiras, tem que ser que os salvos que não fazem parte de uma igreja verdadeira não receberão este galardão. Porque não receberão? Porque não sujeitaram-se à sua autoridade e seu batismo, nem dá glória a Cristo na sua igreja como Ele quer e manda, (Efésios 3:21). A passagem acima (Efésios 5:22-33) fala que a noiva de Cristo é a sua igreja, o tipo de igreja somente que Ele tem. Vale a pena servir O Senhor Jesus Cristo na sua igreja, porque há um galardão especial para ela. Vamos ver!
AS IDEAS FALSAS DA NOIVA DO CORDEIRO
1. Todos os salvos de todos os tempos. Muitos acham que a Noiva do Cordeiro consiste de todos os salvos de todos os tempos. Quer dizer, todos os salvos de Adão até ao fim. Mostraremos depois porque não pode ser.
2. Todos os salvos da Era do Evangelho. Outros acham que a Noiva do Cordeiro consiste de todos os salvos do dia de Pentecostes até a primeira ressurreição. Também, mostraremos depois porque não pode ser.
3. Uma Denominação de Igreja ou Seita. Este povo identifica a Noiva do Cordeiro com sua denominação de igreja ou seita, como a igreja católica e a maioria das seitas fazem.
AS DUAS MULHERES ECLESIÁSTICAS DA BÍBLIA
O livro de Apocalipse (e a Bíblia toda) fala sobre duas mulheres eclesiásticas; A Grande Prostituta (Apocalipse 17) e A Noiva do Cordeiro (Apocalipse 19 e 21). Devemos notar e entender bem estas duas mulheres.
1. A Grande Prostituta. Ela é chamada, "Mistério, a grande Babilônia, a mãe das prostituições e das abominações da terra", (Apocalipse 17:4). Esta mulher é a igreja falsa e a noiva do Anticristo que está assentada sobre as multidões da terra. Ela está cheia de blasfêmias, abominações, imundícia, e prostituições. Ela tem derramado o sangue de milhões dos santos e está embriagada com o sangue deles. Ela prostituiu-se com os reis da terra, (controlando os reinos da terra e sendo a igreja estadual). Ela vem da religião pagã de Babilônia e Ninrode, (Gênesis 11 e 12). Porque ela é prostituta, tem filhas ilegítimas que são quase iguais a ela em muitas maneiras. Até ela tem as roupas da prostituta. Quem é? A Igreja Católica e suas filhas as Igrejas Protestantes. Para saber que é a verdade, é somente estudar a história humana e eclesiástica um pouco. Ela e suas filhas tem pervertido todas as doutrinas bíblicas, tem sido controladores dos reinos da terra (igrejas estaduais), todas elas vem da mesma fonte corrompida (a religião pagã de babilônia), as filhas dela nasceram duma prostituta e tem a maioria das coisas poluídas da sua mãe, todas elas tem perseguido a igreja verdadeira do Senhor Jesus Cristo e derramado o sangue dela com muito prazer e gozo diabólico. Esta é a igreja e a noiva de Satanás. Mas, a Grande Babilônia cairá um dia pelo poder do Deus Todo-Poderoso!
2. A Noiva do Cordeiro. Ela é chamada a Noiva e a Esposa do Cordeiro, (Apocalipse 19 e 21). Ela é uma virgem pura, (II Coríntios 11:2). Ela não é nada que a Grande Prostituta é. Agora examinaremos ela através da luz das Escrituras.
A NOIVA DO CORDEIRO
Apocalipse 19:1-9, 21:1-27. Esta passagem fala sobre a Noiva de Cristo. Vamos examinar estes versículos e outros a respeito dela.
1. A Noiva de Cristo é diferente do que a multidão em Apocalipse 19:6-7. Esta multidão dos salvos no céu estão falando sobre a Noiva de Cristo e dizendo que as bodas do Cordeiro veio. Então, a multidão não faz parte da noiva, mas é um grupo de pessoas diferente e separado da noiva. Por isso, a Noiva não pode ser todos os salvos.
2. A Noiva de Cristo é diferente do que os chamados à ceia das bodas em Apocalipse 19:9. Estes chamados são os convidados do Noivo para assistir o seu casamento. Não é necessário convidar a Noiva para assistir o seu próprio casamento. Por isto também, sabemos que a noiva de Cristo não é todos os salvos.
3. João O Batista fez diferença entre todos os salvos e a Noiva. Ele chamou-se a si mesmo o amigo do esposo em João 3:29. João O Batista disse que ele não fez parte da noiva de Cristo. Mais uma vez então, todos os salvos não podem ser a noiva.
4. A Nova Jerusalém será a morada eterna da Noiva do Cordeiro, (Apocalipse 21:2, 9-10, 23-24). Alguns salvos morarão fora da Nova Jerusalém, mas poderão visitar e andar nela. Isto mostra também que todos os salvos não consistem a noiva.
5. A Noiva De Cristo não pode ser todos os salvos do dia de Pentecostes até a primeira ressurreição. Simplesmente, porque a igreja do Senhor Jesus Cristo não é universal nem invisível. Segui-se então que a noiva nem é.
6. A Noiva de Cristo receberá galardão especial por causa da sua fidelidade, (Apocalipse 19:8, 3:4). Se não fizer diferença no céu, porque estamos tentando batalhar pela fé dada uma vez aos santos aqui neste mundo? Cristo galardoará sua Noiva especialmente.
7. A Noiva de Cristo é, então, o seguinte. A Noiva do Senhor Jesus Cristo está sendo preparada para dar em casamento, (II Coríntios 11:2, Efésios 5:22-33). Ela está prometida para o casamento; agora ela é a noiva do Senhor Jesus Cristo, mas um dia será a sua esposa.
Ela é uma virgem pura. Ela não tem se contaminada com as religiões falsas, nem sua doutrina, nem com o pecado deste mundo. Mas, ela tem preservada a doutrina dada a ela fielmente, e ficado separada das coisas do mundo por seu Noivo puramente. Ela não toca na imundícia de heresia nem do pecado deste mundo, nem deixa tudo isto tocar nela.
Ela está se aprontando para encontrar seu Noivo, (Apocalipse 19:7-8). Nestes versículos fala das justiças dela. As justiças dos santos aqui não podem ser a justiça imputada de Cristo na salvação. Nota que a Palavra de Deus diz as justiças, não a justiça. As justiças na língua grega nesta passagem significa "os atos justos dos santos".
A Palavra de Deus diz que ela "se aprontou para que se vestisse de linho fino, puro, e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos". Ninguém pode ser salvo dos seus pecados e entrar no céu para morar com Cristo sem o perdão de pecado e a justiça imputada por Jesus Cristo. Ele ganhou a salvação do pecador pela sua vida perfeita e sua morte na cruz. Cristo é nossa salvação pela fé. O pecador é salvo pela graça por meio da fé. As boas obras do pecador não salvam, nem ajudam salvar. A salvação do pobre pecador é totalmente pela graça de Deus. Mas, o contexto de Apocalipse 19:6-9 não é a salvação do pecador sem Cristo, é sim o galardão do crente em Jesus Cristo. O crente em Cristo receberá seus galardões segundo a sua fidelidade a Cristo. O mais fiel o crente está, o melhor galardão receberá. A Noiva de Cristo serviu seu futuro Esposo segundo a vontade dele. Ela sujeitou-se a seu Noivo fielmente, serviu-o na sua igreja verdadeira, recebeu o seu batismo, sofreu a perseguição da Grande Prostituta, preservou a doutrina dele, e se separou puramente do pecado do mundo por Ele. Por isso, a Palavra de Deus diz que ela "se aprontou". Porém, ela receberá do seu Noivo um galardão especial.
A Noiva do Cordeiro se vestirá no céu na roupa de uma virgem, (Apocalipse 19:8). A roupa dela será de linho fino, puro, e resplandecente que significa ser branco e brilhante. (compara a roupa da Noiva com a roupa da Grande Prostituta). O linho fino, puro, e resplandecente é o símbolo das suas justiças. Ela terá esta roupa extraordinária para mostrar sua fidelidade a seu Esposo lá no céu. Jesus Cristo falou com a igreja em Sardo, "Mas também tens em Sardo algumas pessoas que não contaminaram seus vestidos, e comigo andarão de branco; porquanto são dignas disso. O que vence será vestido de vestes brancas". Estas pessoas são a Noiva de Cristo. Cristo falou dos membros fiéis de uma igreja verdadeira dele. Quem é a Noiva de Cristo então? Os membros fiéis de uma igreja batista verdadeira de Cristo. A Noiva de Cristo ama seu Noivo com todo o seu coração. Ela não é perfeita, mas está servindo Cristo como Ele quer e manda, e será galardoada por isto por seu Noivo!
"VIGIAI POIS, PORQUE NÃO SABEIS O DIA NEM A HORA
EM QUE O FILHO DO HOMEM HÁ DE VIR," Mateus 25:13.
Autor: David Alfred Zuhars, Jr.